domingo, 24 de abril de 2016

Tokusatsu 101 - parte 1

  Olá, pessoal! Dessa vez vou falar um pouco sobre o que a Legião e outros amigos consideram ser a minha especialidade na Cultura Pop: Tokusatsu. Se você é fã de Tokusatsu e acompanha tudo o que acontece lá pelas bandas do Japão, essa postagem não é exatamente direcionada a você, mas pode ter algumas informaçõezinhas extras. Se você é fã dos heróis dos tempos da Rede Manchete, ou até da TV Rio, também pode pegar muitas informações aqui nesse texto. O texto será dividido em partes, com perguntas e respostas, por uma questão de dinamismo e fluidez.  

-Toku o quê?

  A palavra Tokusatsu (特撮) é uma abreviação da frase Tokushu Satsuei (特殊撮影), que literalmente se traduz como "Filme de efeitos especiais". O termo é amplamente utilizado no cinema japonês, mas passou a ser sinônimo para as séries e filmes dos super heróis japoneses. Internacionalmente, os tokusatsu também são chamados de Live Action Heroes, Japanese Heroes, e por aí vai. 

-De onde veio isso tudo?

  A origem do tokusatsu tem muita influência do Teatro Kabuki e do cinema tradicional japonês, preto e branco. Filmes de samurai, e afins. Mas o grande marco são os filmes do diretor Ishirô Honda, o pai do Godzilla. Com o lançamento de Godzilla, em 1954, Honda revolucionou o cinema, com sua técnica suitmotion (técnica onde atores se vestem de monstros e lutam sobre maquetes, utilizada até hoje). O primeiro herói tokusatsu japonês do cinema foi o Super Giant (1957), tendo 9 filmes e servindo de influência para diversas outras séries posteriores. Na televisão, Gekko Kamen (Máscara da Lua) foi o primeiro tokusatsu, em 1958.



Gekko Kamen, o primeiro herói da TV Japonesa! 

Pôster do primeiro filme do Godzilla, de 1954. 

Super Giant, o primeiro super herói do cinema japonês, 1957.


-Já passou tokusatsu no Brasil?

  Sim! Já tivemos tokusatsu por aqui. Nos anos 60, 80/90 e 2000. Inicialmente, em 1964 com a exibição do clássico National Kid (1960). A série passou na TV até 1970, tendo bastante popularidade entre os jovens (ainda pode ser encontrada em DVD). Nos anos 80, tivemos a exibição das séries Jaspion e Changeman (1985), causando um boom em sua época, e consequentemente trazendo mais séries. Em 1997, a Rede Record exibiu Ultraman Tiga (1996). Encerrando o ciclo, tivemos a exibição da série Madan Senki Ryukendo (2006) em 2009 pela Rede TV. A grande maioria dos fãs pede a volta da exibição dos Tokusatsu na TV aberta brasileira, fica a dica! 

Changeman, Jaspion e Jiraiya. O boom do tokusatsu dos anos 80 e 90 no Brasil.


                            Ryukendo, O último tokusatsu a ser exibido em TV aberta, em 2009.


-Os heróis coloridos! Eles não são os Power Rangers?
  
  Não... e sim!  Os Power Rangers são adaptações da franquia Super Sentai (super esquadrão, a mesma franquia dos Changeman. 5 heróis coloridos). A primeira série adaptada foi a Zyuranger (1992), que teve apenas as suas cenas de ação e as cenas com a Rainha Bandora/Rita Repulsa (Machiko Soga) mantidas. Todo o resto foi recriado para adaptar-se a cultura americana. A Saban Entertainment, a Disney e a Nickelodeon mantiveram-se adaptando praticamente todas as séries desde então. 
  Existe um certo conflito entre os fãs das obras originais e das adaptações ocidentalizadas, onde ambos defendem seus pontos de vista. Mas no fim das contas, as adaptações são importantes para os originais japoneses, pois geram renda para ajudar nas produções. Nada é de graça. E os japoneses veem como algo positivo, o fato de seus heróis estarem em circulação global, mesmo que adaptados. 

Os Zyurangers em sua forma civil.

Os Power Rangers, adaptação americana. 

Os heróis em sua forma de combate, em ambas as versões.


-Tokusatsu é coisa pra criança?

  Não necessariamente. No Japão, os tokusatsu da Toei Company, uma das principais produtoras, são exibidos nas manhãs de domingo no programa Super Hero Time (TV Asahi). Esse programa é destinado as crianças de idade pré-escolar, mas mesmo assim mantém fãs mais velhos, adultos. É muito comum os pais acompanharem com os filhos, para se lembrar do que eles mesmo assistiam em suas infâncias (os Super Sentai completaram 40 anos em 2016, os Kamen Riders, 45). Existem outras companhias que produzem tokusatsu, como a Tsubaraya Company (Ultraman), a Toho (Cypercops, as séries Sazer) e a Tohokushinsha (Garo). 
  Nem todas as séries tokusatsu são necessariamente destinadas ao público infantil.  A franquia Garo (Tohokushinsha) conta a história dos Cavaleiros Makai, que combatem o mal na forma de Horrors, monstros que se alimentam da corrupção humana. A série é destinada a um público adulto, por conter nudez parcial, violência, demonologia e possesões. É exibida na TV Tokyo de madrugada, justamente pela classificação etária. 

Garo. Não é para crianças! 


  Bem, por hoje é só. Continuarei com a sessão de perguntas e respostas sobre os Tokusatsu em postagens futuras. Vocês tem alguma pergunta sobre o tema? Podem mandar pro chewie.pretoboy@gmail.com

  E lembrem-se! Não sejam fanboys, só atravessem no sinal vermelho e que a Força esteja com vocês! 











Nenhum comentário:

Postar um comentário