sábado, 17 de dezembro de 2016

Kamen Rider Ex-Aid - Riders e jogos - parte 3

  Olá, pessoal. Continuando com a parte 3 da série riders e jogos, onde eu comento sobre os Riders da série Kamen Rider Ex-Aid e cito jogos clássicos referente ao Rider em questão. A série toda começou aqui, e terá 5 partes. Hoje falarei sobre o Kamen Rider Snipe, e um pouco de suas habilidades. 

Kamen Rider Snipe (Hanaya Taiga)

  Hanaya Taiga é um médico, mas não pode operar devido à cassação de sua licença, por sua péssima conduta profissional. Para Taiga, o jogo e a vitória são as duas coisas mais importantes. Vencer o jogo dos Riders e Bugsters é garantir poder, e Taiga é capaz de pagar qualquer preço para tal. Taiga é altamente ambicioso, geralmente planejando formas de vencer os Bugsters e roubar as Gashats dos outros Riders. Ainda é um mistério a razão de Hanaya Taiga estar no jogo dos Riders.

                                                   Hanaya Taiga, o Kamen Rider Snipe.


  O Kamer Rider Snipe é baseado nos jogos clássicos de tiro. O jogo de seu Gashat é o "Bang Bang Shooting", onde ele é o protagonista, e tem de vencer os inimigos com tiros altamente rápidos e precisos. O Kamen Rider Snipe tem acesso a power ups atirando nos tonéis espalhados no cenário de seu jogo. Sua arma, a Gashacon Magnum, tem disparo semi automático, e pode ser equipada para funcionar como um pequeno rifle sniper.

                                      Kamen Rider Snipe no level 2, com a Gashacon Magnum.


Top 5 dos jogos referentes ao Kamen Rider Snipe.

5° lugar - Gunstar Heroes 

  Lançado para o Mega Drive em 1993, Gunstar Heroes (Treasure Inc) é um shooter rápido, colorido e com uma pegada bem anime. Foi considerado um dos melhores jogos lançados para o Mega Drive na época, e teve ports para as gerações atuais, estando presente na PSN e no XBox Arcade Live. Inovou pela mecânica de escolher armas, alterando a jogabilidade em cada uma delas.


4° lugar - Contra Hard Corps

  A famosa série Contra (Konami) está presente na história dos jogos desde o Nintendo 8 bits. Contra Hard Corps foi lançado para o Mega Drive em 1994. Difícil como todos os jogos da série Contra, Hard Corps inova principalmente nas opções de personagens, dessa vez permitindo que o jogador escolha 4: um soldado, uma soldado, um pequeno robô e um lobisomem com um braço biônico. Um jogo desafiador e marcante!





3° lugar - Earthworm Jim

  Um clássico da era 16 bits, Earthworm Jim (também conhecido como Jim Minhoca na animação) foi um dos jogos mais loucos de seu tempo. Protagonizado por Jim, uma minhoca dentro de uma super armadura alienígena, e armado até os dentes para salvar o mundo de ameaças de outros planetas. Apesar de bem cartunesco e de todo o humor e irreverência, Earthworm Jim é bem difícil. Foi lançado para o Mega Drive em 1994 pela Shiny Entertainment. Mais tarde, teve versões para todas as plataformas da época, incluindo PC.




2° lugar - Sunset Riders

  Lançado pela Konami (a mesma da série Contra) em 1991 para os arcades, Sunset Riders inova pela temática dentro do formato de jogo: um shooter ambientando no velho oeste americano. Caubóis enfrentando os bandidos mais perigosos do oeste, em fases rápidas e com chefes altamente desafiadores. Sunset Riders tornou-se um clássico para os gamers, lembrado até hoje, tanto por sua jogabilidade como por sua marcante trilha sonora. 


1° - Metal Slug: Super Vehicle 001

  Encabeçando a lista dos shooters, Metal Slug. Lançado para os arcades em 1996 pela SNK, Metal Slug é um shooter que marca pela inovação em seu tempo. Muitas armas, inimigos desafiadores e o próprio veículo Metal Slug, um poderoso tanque que ajuda bastante a causar a destruição necessária. Metal Slug é uma longa série que começa nos arcades, mas tem portes para os consoles a partir da era 32 bits, com o Playstation. 





  Bem, por hoje é só. E aí? O que acham do Snipe? Estão acompanhando o Kamen Rider Ex-Aid? É isso aí! E lembrem-se: não sejam fanboys, só atravessem no sinal vermelho e que a Força esteja com vocês. Até mais! 



Um comentário:

  1. Eita que bateu uma saudade agora! Ótimo post, Chewie! Continue assim!

    ResponderExcluir