sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O despertar e a princesa

  Olá, pessoal. Como todos sabem, a atriz Carrie Fisher nos deixou recentemente. Ela faleceu aos 60 anos, em decorrência de um ataque cardíaco. O fato foi amplamente divulgado pela imprensa, o que comoveu fãs do mundo inteiro. Eu, como um bom fã de Star Wars, senti muito a morte da eterna Princesa Leia. Venho com esta postagem fazer uma reflexão, trazendo boas lembranças sobre a atriz e sua carreira. 
  Pessoalmente, não acompanhei o início da saga Star Wars no cinema, já que nasci na segunda metade da década de 80. O meu primeiro contato com a saga foi através das fitas VHS de amigos dos tempos de colégio. Assisti a trilogia clássica, e gostei muito do estilo de história, totalmente diferente do que eu tinha visto até então. O meu primeiro filme de Star Wars no cinema foi o Episódio III - A Vingança dos Sith, lá em 2005. Confesso que não sou um grande entusiasta da "nova" trilogia (Episódios 1 ao 3). 
  Ano passado, assisti com muita empolgação ao Episódio VII - O Despertar da Força. Apesar de algumas pessoas próximas a mim não terem gostado, pelos mais variados motivos, assistir ao Despertar da Força foi um momento muito especial na minha vida de nerd. Afinal de contas, consegui assistir um filme de Star Wars no cinema, inédito e com os heróis originais da trilogia clássica, dando continuidade a história que tanto curti lá na minha adolescência. A fala "Chewie, estamos em casa" do Harrison Ford me deixou mais empolgado do que qualquer outro trailer que eu já tenha visto na minha vida. Ter assistido a isso tudo trouxe à tona a minha criança interior.
  É dessa maneira que eu quero guardar a Carrie Fisher em meu coração. Como a valente Princesa Leia, que não se curva diante do Império Galático. Lembrando sempre dos momentos de diversão e empolgação que o universo Star Wars ainda me proporcionam. Lembrando que a cultura pop tornou-se uma grande força, tanto comercial como de identidade (muito graças ao fenômeno Star Wars). Bem, basicamente é isso. Recentemente assisti ao Rogue One no cinema, e hoje novamente assisti ao Despertar da Força para lembrar com carinho da Princesa Leia. Personagem forte e marcante no imaginário nerd. E lembrem-se: não sejam fanboys, só atravessem no sinal vermelho e que a Força esteja sempre (sempre mesmo!) com vocês! Feliz ano novo a todos! 

Adeus, Carrie Fisher. Agora você está entre as estrelas. Que a Força esteja com você, Princesa!









Um comentário: