sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Star Wars Episódio VIII - Os Últimos Jedi - SPOILERS!

  Olá, pessoal. Hoje vou falar sobre o mais novo episódio da saga cinematográfica Star Wars, recentemente lançado. Com o subtítulo "Os Últimos Jedi", o episódio 8 é uma sequência direta do episódio 7, o Despertar da Força, dirigido por Rian Johnson. Antes de começar a discorrer sobre o filme, alerto que terão eventuais spoilers sobre a trama. Pensei bastante, refleti e tentei, chegando a conclusão de que é impossível falar sobre este filme sem entregar detalhes de sua história. Portanto, continue lendo esta postagem apenas após de assistir ao filme. É por sua conta e risco. 
  Os Últimos Jedi começa seguindo diretamente o Despertar da Força. A Resistência, liderada pela General Leia Organa enfrenta diretamente a Primeira Ordem, com uma grande desvantagem numérica. A esperança para a virada do conflito está depositada na jovem Rey, que foi em busca de Luke Skywalker, o lendário Jedi que pode trazer a paz de volta a galáxia. Na primeira sequência do filme, temos o grande destaque do piloto Poe Dameron, que lidera a arriscada missão de bombardear o Dreadnaught, uma grande nave de batalha da Primeira Ordem. Uma sequência de batalha espetacular, com naves nunca antes mostradas na franquia. 
  Star Wars - Os Últimos Jedi é um filme longo (com cerca de 2 horas e meia), mas mesmo assim mostra-se dinâmico, com cortes rápidos entre os núcleos principais, tendo espaço para ação, comédia, e muita emoção pela frente. 
  A meu ver, o destaque principal dos Últimos Jedi é a relação entre Rey e Kylo Ren, que basicamente funciona como os dois lados de uma mesma moeda. O lado da luz e o lado negro da Força em contato direto, através das sequências e diálogos, onde os personagens expõem os seus conflitos durante boa parte da trama. O rápido treinamento de Rey com Luke Skywalker tem muitas referências a trilogia clássica, sem demonstrar algo já batido. Com momentos de contemplação e leve humor, a jovem sucateira aprende os mistérios da Força, tornando-se uma nova Jedi. Paralelamente, o jovem Kylo Ren mergulha em seus conflitos, enquanto segue as ordens do poderoso Snoke, supremo líder da Primeira Ordem. 
  Em um outro núcleo, temos a longa e arriscada missão de Finn e da novata Rose (ambos sob o comando de Poe Dameron), em busca do "decodificador", um criminoso capaz de desativar o rastreamento das naves da Primeira Ordem e permitir a fuga da Resistência de um ataque devastador. Durante a trama, podemos perceber o crescimento dos personagens e a sua relação com a Primeira Ordem. Uma das cenas de maior destaque deste arco é o confronto entre Finn e a Capitã Phasma, sua antiga superior e algoz.
   Os momentos mais tocantes dos Últimos Jedi definivamente são os que envolvem tanto o Luke Skywalker quanto a Leia. Durante as cenas da Ilha, podemos entender o que aconteceu com Luke após o fim do Retorno de Jedi, e como ele mudou depois de todo esse tempo, bem como a sua relação com Ben Solo e os conflitos seguintes. A relutância do personagem em dar continuidade a tradição Jedi tem certo fundamento, se considerarmos todas as coisas ruins que aconteceram. Uma tocante cena que destaco é a conversa entre Luke e o Mestre Yoda (manifestado através da Força), onde Luke recebe conselhos sobre como ser um mestre. Toda a cena final do Mestre Skywalker é extremamente tocante. As cenas com a Leia Organa também emocionam, devido ao falecimento da atriz Carrie Fisher em dezembro de 2016. O filme foi dedicado a ela.         
  Essencialmente, Star Wars - Os Últimos Jedi é um mergulho em emoções recheado de ação e com excelentes efeitos visuais. Tanto as novidades como as referências aos clássicos são destaques no filme, o que prende tanto os fãs mais velhos quanto os mais jovens. É um filme longo, mas com momentos empolgantes quase que a todo instante, o que disfarça a longa duração. Apesar de ser longo, o filme não dá tanto destaque a personagens que o marketing nos vendeu tão bem, como o Snoke ou mesmo a Capitã Phasma. Esses e outros personagens poderiam ter um pouco mais de tempo de cena. Não me importaria se o filme passasse das 3 horas por conta disso. 
  De coração, achei Os Últimos Jedi um dos melhores filmes produzidos nos últimos anos. Definitivamente, o melhor filme de 2017. E vocês? O que acharam dos Últimos Jedi? Podem comentar aqui no blog. E lembrem-se: Não sejam fanboys, só atravessem no sinal vermelho e que a Força esteja sempre com vocês! Mas sempre mesmo! 

Star Wars Episódio VIII - Os Últimos Jedi. O mais novo filme da saga.






Nenhum comentário:

Postar um comentário